Páginas Avulsas

Poemas de minha autoria.

Textos


Os dois se encontram, já quando o floral
enfeita sutilmente a tarde bela…
Ele pega de leve nas mãos dela...
E tomam-se entre abraços, por total.

Ele diz: – “És minha... És minha, afinal…
Dá-me do beijo teu, a flor singela…
Dá–me o teu beijo como se uma estrela
ele fosse, da tarde no final…!”

E ela: – “Quero-te na noite encantada…
Verei contigo as luzes da alvorada,
e a primeira manhã das nossas vidas…”

E tudo se completa, à luz real
das coisas... Com um gesto cordial,
um aplauso e duas marionetes caídas.
Paulo Maurício G Silva
Enviado por Paulo Maurício G Silva em 20/10/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras