Páginas Avulsas

Poemas de minha autoria.

Textos


Estes versos noturnos que componho
quando a saudade amarga me visita,
têm as linhas difusas de um sonho,
e uma sombra que sobre eles medita...

Estes versos noturnos que, tristonho,
vou desfiando na minha hora aflita,
são confissões profundas onde ponho
o traço de uma lágrima descrita...

São murmúrios febris… Uma constância
que angustia-me em noite qualquer…
Pego da pena… Dou–lhes relevância...

Despetalo-os… Tal como um malmequer.
E o vento traz a vaga ressonância
de um suspiro longínquo… De mulher…
Paulo Maurício G Silva
Enviado por Paulo Maurício G Silva em 20/10/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras