Páginas Avulsas

Poemas de minha autoria.

Textos

O AMOR

Virá, talvez, de um trilho a céu aberto…
E um perfume dirá, quando estiver por perto.

Terá mãos alvas, unhas rosicler,
passos de veludo e um coração de mulher.

Doce, suave, repentino, assim
como uma nova flor se abrindo em meu jardim.

Virá, como luz na manhã singela,
um aroma sutil na tarde de canela,

ou numa vaga música, talvez...
Um olhar de cristal, uma sombra a meus pés

com um colar de flor de margarida,
feito à minha altura e feito à minha medida…

E deixará, seguindo o rumo adverso,
pétalas mortas… A longa linha de um verso

que nas horas de tédio ou de lazer,
não cansarei jamais, de ler e de reler…
Paulo Maurício G Silva
Enviado por Paulo Maurício G Silva em 12/01/2020
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras