Páginas Avulsas

Poemas de minha autoria.

Textos

A FLOR QUE TE DAREI

Desabrocha–se a flor que te darei…
Sob o céu azul, sob o céu nevoento,
guarda–se no seio do relento,
nalgum caminho por onde nunca passei...

E vagarosamente, leste a oeste,
passa silenciosa a hora vazia.
Passam também as luzes do dia,
como passam as nuvens na amplidão celeste…

Passam as sombras vagas em rumor,
como a poeira, pela longa estrada,
folhas de uma árvore amarelada
que o vento desfolhou na tarde de tremor…

Por fim, tremeluzindo, o astro–rei
a conduzir a sua pompa celeste.
Na noite recôndita e agreste
fica um segredo vago… – A flor que te darei!
Paulo Maurício G Silva
Enviado por Paulo Maurício G Silva em 12/01/2020
Alterado em 13/01/2020
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras