Páginas Avulsas

Poemas de minha autoria.

Textos

O DIA DE NÓS DOIS

Hoje é o dia sublime de nós dois,
em que amanheces tão doce, tão bela…
E eu te tenho de forma tão singela,
como jamais tive ou terei depois...

Estala o trinco forte da janela...
Mais claros ficam ainda os lençóis…
O canto de cristal dos rouxinóis
na galharia em flor junto à cancela.

Algo comum prenuncia o verão...
Seguimos por caminhos de quimera…
A brisa de final de primavera 
soprando nossas sombras sobre chão...

Retornamos na tarde em rumorejos…
Perpassam véus de sândalo, em ciranda…
Novo beijo floresce na varanda
despetalando–se em múltiplos beijos

e carícias que lembram melodias...
É a hora crepuscular... Tudo se aquiesce…
Então a chuva repentina desce,
a acortinar mais um dos nossos dias...
 
Paulo Maurício G Silva
Enviado por Paulo Maurício G Silva em 13/01/2020
Alterado em 14/01/2020
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras