Páginas Avulsas

Poemas de minha autoria.

Textos

CIRANDA

Penso em ti como se pensa, volta e meia,
num beijo sob a lua cheia.
E suponho
que pensas em mim com um sol de verão
luzindo a imensidão
de um sonho.

Uma hora eu te penso... Uma hora tu me pensas
em nossas vidas intensas
de ciranda.
Giram as horas no carrossel insano
do nosso cotidiano.
Desanda

o tempo… E nos encontramos, afinal,
no entardecer sem igual.
Num segundo,
te dou a minha mão como uma criança…
E fazemos uma dança
pelo mundo.
Paulo Maurício G Silva
Enviado por Paulo Maurício G Silva em 14/01/2020
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras