Páginas Avulsas

Poemas de minha autoria.

Textos

MYSTICAL

Na meia noite da alma há uma clareira
onde um galho prende um véu de luar…

Rumorejam as folhas ressequidas
como asas a fugir, de par em par.

Rondam frestas de luz. Em cada vulto,
há uma referência subliminar.

Então tudo se aquieta, silencia,
numa sombra vaga a te recortar...

Se dormem aos teus pés sardentos duendes,
circunda a lua alva a te coroar,

eu vejo… – São os olhos da minha alma
sonhadora… É a magia de te amar.

Feito um louco, febril adorador,
na minha convicção de te adorar,

julgo–me, diante da tua presença
como se fosse diante de um altar.

Mas surge da Estrela Mestre o clarão…
Reluze dos orvalhos o colar.

– Sou cinza que restou de uma paixão.
Ardo ainda na aurora do teu olhar…
Paulo Maurício G Silva
Enviado por Paulo Maurício G Silva em 17/01/2020
Alterado em 17/01/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras